Skip to content

Parcelamento IPTU em 5 Minutos!





Entenda a importância de fazer o Parcelamento do IPTU. O parcelamento do IPTU permite estarmos em dia com os tributos municipais, evitando que tenhamos encargos e sanções que podem ameaçar a integridade do nosso imóvel ou de um negócio comercial.

Entretanto, por diversas razões acabamos por fazer dívidas que não gostaríamos. Para regularizar a situação do contribuinte, seja ele pessoa física ou jurídica, municípios criaram um sistema para parcelar as dívidas do IPTU.

O sistema é operado através da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF) e está disponível de forma gratuita pelo site do órgão.




O acesso ao benefício do contribuinte pode ser feito de forma simples e rápida pelos canais disponibilizados pela Prefeitura. A contratação demora entre 3 a 5 minutos e o usuário já sai com o boleto em mãos para realizar o pagamento.

Acertar os impostos municipais evita futuras dores de cabeça na hora de alugar, vender ou comprar algum imóvel, bem como a garantia de que você sempre terá um local preservado para o seu domicílio ou para o seu negócio.




Descubra agora mesmo como você pode regularizar o seu IPTU atrasado.

Veja os assuntos que abordaremos ao longo deste artigo.

 É Possível Fazer o Parcelamento do IPTU?

parcelamento iptu
Parcelamento IPTU em 5 Minutos!

Chegou o IPTU e você está com dúvida se é possível parcelar o tributo? Não fique preocupado, você não é o único que deseja parcelar essa conta. Vamos te ajudar, nessa e em outras dúvidas relacionadas ao IPTU.




Sim! É possível parcelar o IPTU, porém há algumas observações. Continue lendo o nosso artigo e fique informado, vamos lá! Veja se a sua situação se encaixa no benefício.

O parcelamento do IPTU pode ser realizado somente pelo o contribuinte que não está inscrito em Dívida Ativa.

 Onde é Feito o Parcelamento do IPTU?

Aqui você irá aprender todos os passos para parcelar o tributo. O parcelamento do tributo é feito pela Secretaria Municipal de Fazenda (SMF) do seu munícipio.



O procedimento é inteiramente automático e o contribuinte receberá uma carta pelo Correio com a guia de pagamento da primeira parcela.

Ao realizar o pagamento dentro do prazo de vencimento, o usuário estará apto para retirar as próximas guias das parcelas. Caso o contribuinte perca o prazo de pagamento, o benefício de parcelamento será perdido.

Para cadastrar o seu imóvel no parcelamento do IPTU atrasado no Rio de Janeiro, por exemplo, é necessário seguir alguns passos:

  1. Cadastre-se no portal da sua prefeitura, ou, caso já seja cadastrado, efetue o seu login.
  2. Clique na opção “Imóvel”
  3. Para cadastrar a sua residência, basta informar o número da inscrição imobiliária e clicar em “salvar”
  4. Após o cadastro, clique no número de inscrição e tenha um rápido acesso aos serviços disponíveis.
  5. Entre eles está a opção de requerimento e retirada da segunda via do parcelamento
  6. Em caso de débitos que possam ser parcelados, o contribuinte pode pedir o requerimento e 2ª via.
  7. Após selecionar a opção “parcelar”, os débitos disponíveis para parcelamento na Secretaria Municipal de Fazenda. Basta selecionar qual guia você deseja parcelar.
  8. A tela irá mostrar ao contribuinte a quantidade de parcelas e o valor de cada uma delas. Caso esteja de acordo, basta concluir a informação.
  9. Ao confirmar o parcelamento, o boleto da primeira parcela já será gerado.
  10. Pronto!

parcelamento iptu atrasado

 Em Quantas Vezes Posso parcelar o IPTU?

Você sempre em dia com impostos. Agora que você já sabe que é possível parcelar o tributo e como fazer, a próxima pergunta que você fará é: em quantas vezes posso parcelar?! Vamos ajudar você:

  • O IPTU poderá ser parcelado em até 24 vezes para pessoa física e precisa ser pago até a data de vencimento prevista nos boletos retirados.

Parcelamento Administrativo do IPTU – Você sabe o Que é?

Tem uma empresa e precisa quitar dívidas? Veja como funciona. O parcelamento administrativo é uma opção para que o contribuinte fique em dia em todos os impostos municipais.

O PAT (Parcelamento Administrativo de Débitos Tributários) pode incluir ISS, TLIF, TFE, TFA, ITBI-IV e TRSS desde que não estejam inscritos na Dívida Ativa.

Os débitos podem ser confessados ou declarados pelo contribuinte através da Nota Fiscal Eletrônica de Serviços e originários de Auto Inflação e Intimação. O pagamento pode ser realizado em até 60 parcelas para débitos a partir de R$ 97.524,17.

Entre 18 a 36 parcelas estão débitos que giram em torno de R$ 5.851,45 até 58.514,49. Também há a opção de 48 vezes para dívidas acima de R$ 58.514,49. O valor mínimo de cada parcela é de R$ 195,05 para pessoa física e de R$ 975,24 para pessoa jurídica.

Atenção: a falta de pagamento dentro da data de vencimento acarretará a perda do benefício. Por fim, o parcelamento poderá ser pago de diversas maneiras.

Você pode escolher pagar pelos terminais de caixa eletrônico bancário, internet banking, call center, guichê de caixa bancário e correspondentes bancários, por exemplo, casas lotéricas.

Assista ao vídeo e saiba O que vale mais a pena- Pagar o IPVA e IPTU à vista ou parcelar?